Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Professor do mês: Ricardo Lodi Ribeiro.

Instituto Lula

Menu

Boletim 242 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

19/10/2018 10:25

Arte Agência PT

1. A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, e o ex-ministro Franklin Martins visitaram hoje o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Gleisi informou que Lula tem acompanhado as notícias sobre o processo eleitoral e entende que a reportagem publicada hoje pela Folha de S. Paulo deixa clara a monumental fraude construída pelo candidato do PSL, com mentiras nos subterrâneos das redes sociais através de dinheiro ilegal, de caixa dois. Franklin Martins lamentou a falta de coragem do candidato adversário, que foge dos debates com Fernando Haddad para debater as propostas para o Brasil. Leia mais: http://www.pt.org.br/gleisi-com-caixa-2-campanha-de-bolsonaro-gera-fraude-eleitoral/

2. O ato de boa tarde ao ex-presidente Lula desta quinta-feira na Vigília Lula Livre foi puxado por Marcelo Pontes, do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST). Ele declamou um poema de Charles Chaplin, escrito há mais de 50 anos e que ainda inspira a militância que defende a democracia. “Bom mesmo é ir à luta, com determinação / Abraçar a vida, com paixão / Perder com classe e vencer com ousadia / Porque o mundo pertence a quem se atreve / A vida não seria uma escola se tudo fosse conseguido facilmente / Vá à luta, companheiro!”

3. Ainda na tarde de hoje, no 195º dia de resistência em defesa da democracia e da libertação de Lula, a Vigília contou com uma roda de violão e cantorias com Susi Monte Serrat, artista popular de Curitiba.

4. Fora da Vigília, militantes percorreram as ruas de Curitiba durante todo o dia, para distribuir panfletos e adesivos e também conversar com a população sobre o que estará em jogo no dia 28 próximo, na disputa do segundo turno para a Presidência da República. Trata-se, de um lado, de um candidato sem compromisso com a democracia e com os direitos do povo brasileiro, e, do outro, a candidatura Fernando Haddad e Manuela D´Ávila, afinados com partidos, movimentos sociais e pessoas que acreditam nas liberdades democráticas e na soberania nacional, disse Miriam Gonçalves, ex-vice prefeita de Curitiba pelo PT.

Boletim 242 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia
Direto de Curitiba – 18/10/2018 – 19h50