Faça parte. Contribua

Vamos juntos manter o Instituto Lula em atividade neste primeiro semestre de 2018

Participe

Instituto Lula

Menu

Cultura Africana no currículo escolar é essencial

24/11/2017 11:27

Pedagoga Caroline Jambo. Reprodução/TVT

Da TVT 

A população negra infelizmente ainda sofre muito preconceito no Brasil. Uma das formas para diminuir esse problema é debater dentro das salas de aula a cultura africana. Para Caroline Jango, pedagoga do Instituto Federal de São Paulo, é essencial inserir a diversidade cultural do povo africano no currículo escolar.

Segundo a pedagoga Caroline Jambo, do Instituto Federal de São Paulo, é essencial e indispensável a inserção da cultura africana e indígena no currículo escolar. "A contribuição dos povos africanos à construção do nosso país é um conhecimento historicamente apagado e negligenciado. Pra valorizar a diversidade étnico-racial da nossa população, é preciso que todos os segmentos tenham a sua representatividade".

O Brasil tem leis determinando a inclusão desses conteúdos (desde 2003 no caso africano e 2008 no caso indígena) e até hoje ainda existe um enfrentamento para a implementação de fato dessas leis na educação.

Assista à reportagem completa (3 minutos):


O projeto de lei que torna o ensino de história e cultura africanas obrigatório é de 1999 e foi sancionado em 2003, pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Saiba mais no Memorial da Democracia. 

Para conhecer as políticas públicas dos governos Lula para a igualdade racial, visite o site Brasil da Mudança.