Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Professor do mês: Ricardo Lodi Ribeiro.

Instituto Lula

Menu

Integração do São Francisco deve assegurar água para 12 milhões

21/08/2014 13:07

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidenta Dilma Rousseff visitam nesta quinta-feira (21) as obras do Projeto de Integração do São Francisco, nos eixos norte e leste. Os dois passarão por Petrolina, Cabrobó, e Floresta, em Pernambuco, e em Paulo Afonso e na comunidade de Batatinha, na Bahia.

O combate à seca é uma luta histórica. No Nordeste vivem 28% da população brasileira, mas a região detém menos de 5% de nossas reservas hídricas. O problema é tão antigo que ainda no Brasil Império, Dom Pedro II chegou a receber diversos estudos de transposição de águas, que não foram adiante. Até que o governo de um retirante nordestino que sofreu na pele as agruras da seca resolveu enfrentar esse grande desafio e mudar a realidade de milhões de pessoas.

O objetivo do Projeto de Integração do Rio São Francisco é assegurar a oferta de água para 12 milhões de habitantes do Semiárido Nordestino de 390 municípios distribuídos entre os estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. O empreendimento, com 470 km no total, é dividido em dois eixos – Leste e Norte – e contará com um investimento total de R$ 8,2 bilhões. Até agora, mais de 10 mil empregos diretos foram criados.

Além desta obra, o PAC investe em outros empreendimentos de recursos hídricos no Brasil. Para conhecê-los, acesse o site O Brasil da Mudança.