Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Professor do mês: Emir Sader.

Instituto Lula

Menu

"Lula é um amigo do ES e sempre esteve presente"

04/12/2017 11:17

João Coser e Lula

Por Clarice Cardoso, da Agência PT de Notícias 

Quando Lula chegou ao Planalto, o estado do Espírito Santo atravessava uma fase difícil. “Vivíamos o momento que mais nos envergonha em nossa história, com os três poderes corrompidos. Com sua presença forte, Lula permitiu uma grande virada, nos ajudando a combater acorrupção de frente”, relata o ex-prefeito de Vitória, João Coser.

“Além da virada do ponto de vista ético, há também o ponto de vista econômico. Os salários e as contas estavam atrasados. Com o aporte de recursos do governo federal, em três meses foram colocados em dia”, lembra.

“Ele marcou muito a vida do povo capixaba, e por isso é motivo de muita honra recepcionar a caravana Lula pelo Brasil”, afirma. “Receber na condição de ex-prefeito um presidente que ama o Espírito Santo é uma honra. E sei que Lula ama o Espírito Santo, porque quem ama cuida, e ele cuidou muito do nosso estado. Tivemos recursos para praticamente todas as áreas e muitas obras sociais.”

Lula sempre fez questão de se fazer presente no estado, primeira parada da terceira etapa de Lula pelo Brasil, que começa na segunda-feira (4). Esse cuidado e atenção se fazem ver facilmente no legado de seus governos, que beneficiaram, apenas com o  Bolsa Família, quase 750 mil pessoas, num total de 183,4 mil famílias atendidas.  Outras 60 mil receberam Luz para Todos. 

“Houve um comprometimento muito grande do governo, recursos para obras estruturantes em todo o estado. Nós percebemos que, com os governos do PT, as cidades começaram a receber máquinas, crédito, habitação e Institutos Federais que espalharam a perspectiva de ensino e desenvolvimento da Grande Vitória para todo o estado.”

Na área da Saúde, apenas dentro do programa Brasil Sorridente foram 417 equipes de saúde bucal e dez centros de Especialidades Odontológicas. Já no SAMU, 12 municípios e 1 central passaram a ser cobertos graças a 17 ambulâncias básicas e 7 UTIs móveis.

Graças ao Mais Médicos, 1,69 milhão de pessoas de 60 municípios passaram a ter acesso a atendimento de saúde de qualidade de 482 profissionais, e 1.121 unidades da rede Aqui Tem Farmácia Popular atendiam a quase 950 mil capixabas.

“Tive a sorte de ser prefeito num período de governo de muita qualificação nas cidades e nas vidas das pessoas”, comemora Coser. 

Coser cita com emoção os programas na área da educação, uma agenda importante da passagem do ex-presidente Lula, que fará visita ao Instituto Federal do Espírito Santo. “São casos de sem-terra que puderam estudar e hoje estão no mestrado, de domésticas que têm filha doutora. São pessoas que se apropriaram das possibilidades que o governo ampliou e mudaram suas vidas”, conta.

O campus universitário inaugurado por Lula e as 16 escolas técnicas inauguradas pelo ex-presidente e por Dilma Rousseff, de fato, foram um passo essencial na expansão da rede federal de Ensino Superior no estado. Isso aliado a programas essenciais como  Fies (quase 59 mil contratos), PROUNI (32,5 mil bolsas),  Pronatec (cerca de 270 mil matrículas) e Transporte escolar (para área rural e para estudantes portadores de deficiência), garantiu também acesso e oportunidade, revolucionando a perspectiva de vida de gerações de capixabas.

Entre as políticas públicas de Lula e Dilma, Coser cita ainda o crédito para o campo, que favoreceu as pequenas propriedades do estado. Foram quase 37 mil contratos do Pronaf na safra 2014/2015, com recursos de R$ 902,84 milhões. 

Por sua vez, os programas de habitação rural e urbana também merecem devido destaque. Foram R$ 3,84 bilhões (dos quais R$ 1,15 bilhão em subsídios) investidos no Minha Casa, Minha Vida, para um total de 54.989 moradias (sendo 26.463 entregues).

“Lula deixou marcas extraordinárias no estado, e voltar nesse modelo de caravana é muito positivo, pois traz a ideia de ele estar presente mais uma vez, em contato com a população, para compreender como é a vida em cada estado e ver de perto a nossa realidade. As caravanas têm um valor histórico extraordinário e, para nós, que somos um estado pequeno, no meio de três gigantes, recebê-lo é motivo de grande alegria.”

“O Espírito Santo vai fazer bonito nesta segunda-feira, em um ato que será um instrumento de aproximação com a maior liderança popular do nosso tempo. Isso fortalece o povo. É muito positivo.”

Parte fundamental das visitas que Lula faz aos estados com suas caravanas, lembra o ex-prefeito, é conversar com o povo para conhecer a realidade local e, também, como os desmontes do governo golpista afetam a vida das brasileiras e brasileiros mais necessitados.

No caso do Espírito Santo, conta Coser, a população sente profundamente o ataque a seus direitos. Não há, por exemplo, anúncio de empreendimentos de Minha Casa, Minha Vida no estado além dos contratados na gestãoDilma Rousseff. Novas obras estruturantes também estão paralisadas.

“As políticas sociais foram praticamente todas destruídas, o que gera na população um sentimento de empobrecimento muito acelerado. Não há recursos para os pequenos, e os desmontes na assistência, na saúde, têm impactos muito grandes. O governo Temer está criando na população muita frustração, pois tivemos nos governos do democráticos e populares a vivência e a expectativa de um país que estava mudando, crescendo, melhorando, a nossa autoestima estava em alta, e agora a impressão que temos é de que tudo está indo por terra. Voltamos a ser um país submisso e isso é terrível”, avalia.

Lula pelo Brasil

A viagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Espírito Santo e ao Rio de Janeiro, que acontece em dezembro, é a terceira etapa do projeto que ainda deve alcançar as demais regiões do Brasil.

Em agosto e setembro, Lula pegou a estrada e percorreu os nove estados nordestinos, visitou inúmeras cidades, ouviu e conversou com o povo. Em outubro, foi a vez do estado de Minas Gerais.

O projeto Lula Pelo Brasil é uma iniciativa com o objetivo de perscrutar a realidade brasileira, no contexto das grandes transformações pelas quais o país passou nos governos democráticos e populares e o deliberado desmonte dos programas e políticas públicas de desenvolvimento e inclusão social, que vem sendo operado pelo governo golpista nos últimos dois anos.

Por Clarice Cardoso, da Agência PT de Notícias