Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Professor do mês: Emir Sader.

Instituto Lula

Menu

Lula mudou realidade dos agricultores e agricultoras de MG

27/10/2017 07:38

Com Lula, agricultores passaram a ser vistos pelo governo. Foto: Divulgação

Da Agência PT de Notícias 

A realidade de agricultores e agricultoras familiares de Minas Gerais mudou após o governo de Luiz Inácio Lula da Silva, que deu visibilidade ao povo do campo e também consolidou políticas públicas que permitiram o avanço da produção de alimentos pela categoria.

Na expectativa para a chegada da caravana de Lula pelo Brasil em Minas Gerais, que acontecerá entre os dias 23 e 30 de outubro, o deputado estadual Paulo Guedes relembra que o ex-presidente mudou completamente o cenário da agricultura familiar da região, até então esquecida pelos governos anteriores.

“As políticas de desenvolvimento e de apoio à agricultura familiar implantados pelo PT fizeram toda a diferença. Um ótimo exemplo de organização de agricultura familiar é a Associação dos Produtores de Hortifrutigranjeiros da Região do Pentáurea (ASPROPEN)”, afirma o deputado.

A associação existe há mais de duas décadas, mas a partir de 2013 passou a crescer e se desenvolver, uma vez que passou a vender para a Prefeitura de Montes Claros, através dos programas PAA – Programa de Aquisição de Alimentos, que abastece o Restaurante Popular e a rede socioassistencial do município e PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar, que fornece merenda para as escolas municipais.

Criado em 2003, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é resultado do governo Lula, que utilizou o programa para colaborar com o enfrentamento da fome e da pobreza no Brasil e, ao mesmo tempo, fortalecer a agricultura familiar.

“A associação é muito forte e abastece grande parte da cidade de Montes Claros com frutas, verduras e hortaliças, por exemplo. Eles produzem e vendem ao mercado e tudo isso é reflexo das políticas de incentivo do governo Lula”.

Além do apoio a agricultura familiar, o deputado ressalta que Lula olhou pela região de Montes Claros com muita atenção e implantou outras políticas que melhoraram a qualidade de vida do município e também do estado.

“A região vive a maior seca dos últimos oitenta anos e já estamos no sétimo ano seguido. Em uma situação normal, se não fossem as políticas públicas implantadas durante os governos de Lula e Dilma Rousseff, nós teríamos o maior número de retirantes da região. Antigamente, todo mundo ia embora por causa da seca, as pessoas abandonavam tudo: sua propriedade e gado”.

Segundo o deputado, programas sociais, como o Bolsa Família, também melhoraram o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Montes Claros e Bocaiuva, já que as pessoas foram incluídas na economia.

“Essa distribuição mais igualitária de renda fez com que aumentasse o desenvolvimento do estado, mas infelizmente vivemos no caminho inverso e a pobreza está voltando com os desmontes. Por exemplo, o programa Leite pela Vida não recebe o repasse financeiro há oito meses. e a distribuição era justamente para a região mais pobre do estado, a região de Mucuri”.

Guedes também compara a média anual de repasses para a Secretária de Estado, que cuida das políticas da região. “No governo Lula, a média anual de repasses para a Secretária era de aproximadamente R$ 100 milhões, já no governo Temer, este ano, eles repassaram apenas R$ 1 milhão, ou seja, 1% do que era investido durante os governos de Lula e Dilma”.

Os desmontes não param por aí. Paulo Guedes lembra que programas de pequenas barragens tinham renovação anual até então, mas com Temer o cenário mudou. “Quando Temer assumiu parou tudo, ou seja, o governo deFernando Pimentel também tenta evitar os desmontes, mas com o governo golpista no poder é muito difícil melhorar a situação da região”.

O deputado mais votado na história de Minas Gerais garante que o povo segue na luta e espera com muita expectativa a chegada de Lula no estado.

“Essa região mais pobre, justamente onde o Lula vai fazer a caravana, é onde o povo mais sente o desmonte das políticas públicas. Os mineiros dessa região tem uma gratidão imensa por Lula, porque os programas dele melhoraram demais a qualidade de vida dessas famílias. Já o atual governo distribui renda aos ricos, governa para o latifúndio e perdoa dívidas  milionárias. Lula governou para todos e vamos reunir muita gente para recebê-lo! Será uma grande festa para receber o nosso eterno presidente”.

Lula pelo Brasil

A viagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Minas Gerais, que acontece em outubro, é a segunda etapa do projeto que ainda deve alcançar as demais regiões do Brasil.

Em agosto e setembro, Lula pegou a estrada e percorreu os nove estados nordestinos, visitou inúmeras cidades, ouviu e conversou com o povo.


Da Redação da Agência PT de Notícias