Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Professor do mês: Emir Sader.

Instituto Lula

Menu

Lula participa de encontro com catadores em Brasília

14/12/2017 11:00

Lula na ExpoCatadores, em Brasília. Foto: Ricardo Stuckert

Do Lula.com.br 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva repetiu uma tradição nesta quarta-feira (13) ao se reunir com catadores em Brasília, durante a Expocatadores. De 2003 a 2010, nos anos à frente do Palácio do Planalto, Lula participava de um simbólico encontro de fim de ano com a categoria. Em 2017, o encontro registrou um significado especial para o ex-presidente. "Me dá muito orgulho ver a diferença desses meninos e e dessas meninas catadoras hoje, daqueles que conheci em 2003. O nível de consciência de cidadania. Vejo uma companheira catadora aqui que os filhos estão na universidade pelo ProUni. Cada vez que encontro vocês acabo descobrindo porque a elite tem tanto ódio do meu governo", disse. 

Homenageado do evento, Lula relembrou que foi ele o primeiro presidente a convidar os catadores para participarem de uma cerimônia no Palácio do Planalto e falou sobre a relação com a categoria. "Vocês não sabem o orgulho que tenho de ver a evolução de vocês. Tenho orgulho de ter sido o primeiro presidente da República a permitir que os catadores entrassem no Planalto".

O ex-presidente ressaltou que sua empatia por esses trabalhadores também deu origem a um dos eixos de seu programa de combate à fome. "Lembro de ver uma reportagem com um catador num lixão do Rio comendo uma melancia dizendo que tinha certeza que se eu ganhasse ele não precisaria mais comer comida do lixão. E vi aquilo e fiquei emocionado. Foi daí que surgiu o fome zero", contou.

Perda de direitos
Lula chamou atenção para o momento de retrocessos e perda de direitos e destacou que o processo ao qual vem sendo submetido faz parte dessa agenda. "Eles tem tentando fazer uma campanha de destruição. Primeiro anestesiando o povo e colocando eles contra a Dilma. Agora me condenando todo santo dia na televisão", afirmou. E emendou: "mas vocês podem ter certeza que vocês catadores vão voltar a aprofundar sua cidadania. Se é por isso que tem uma parte da elite e da imprensa que não gosta de mim, eu quero dizer que eu vou voltar pra fazer muito mais".