Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Professor do mês: Ricardo Lodi Ribeiro.

Instituto Lula

Menu

Lula pede a juventude peruana que participe da política

06/06/2013 00:16

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

"Enquanto a maioria diz não gostar de política, os países continuam sendo governados pela minoria que gosta". O ex-presidente Lula pediu que os jovens peruanos não desistam de seus sonhos e incentivou a participação política no encontro com jovens, intitulado "Pela irmandade dos povos peruano e brasileiro". O encontro em Lima contou com a presença de 400 estudantes e com a visita do jogador do Corinthians e da seleção peruana Paolo Guerrero, que subiu ao palco e presenteou Lula com duas camisas, uma de cada equipe.

Para baixar fotos em alta resolução, visite o Picasa do Instituto Lula.

O ex-presidente brasileiro falou de improviso e relembrou sua trajetória política, incluindo as diversas derrotas que teve. Lula destacou o momento importante da esquerda na América do Sul e na América Latina. "Nunca tivemos a eleição de tantos governos progressistas em nosso continente". Destacando a importância da integração em vários níveis, não apenas comercial, o ex-presidente lembrou a criação do Foro de São Paulo, em 1990, que serviu para que a esquerda latino-americana se conhecesse e se aproximasse na luta democrática.

A criação de uma doutrina de integração latino-americana foi um dos desafios colocados pelo ex-presidente. Esse é um dos principais temas de trabalho do Instituto Lula. "O que é integração? Não pode ser apenas comercial. Onde está a integração dos trabalhadores, dos estudantes, dos intelectuais?" E,falando do continente, completou: "Nós não precisamos de lição de ninguém. Queremos tomar nossas próprias decisões, andar com as próprias pernas".

Na mensagem final, Lula voltou a falar da importância de que os jovens participem da política, como fez em outras ocasiões no Brasil. "Por que vocês não podem se tornar candidatos a presidente, governadores ou prefeitos? Aquele político perfeito talvez esteja dentro de vocês. Ninguém precisa procurar o político ideal no outro".

No palco, ao lado de Lula estiveram Indira Huillca, conselheira da prefeitura de Lima e filha de Pedro Huillca, líder sindical assassinado em 1992; o líder estudantil Jorge Rodriguez, da Univerdidad de San Marcos; Gustavo Mohme, diretor e proprietário do jornal La República e Salomon Lerner, ex-primeiro ministro do Peru e presidente da ONG Otra Mirada, uma das organizadoras do evento.

Homenagens
Na tarde desta quarta-feira, o ex-presidente foi homenageado pela prefeita de Lima, Susana Villarán, que lhe conferiu a Medalha Cidade de Lima e, mais tarde, Lula recebeu também um título de doutor honoris causa pela Universidad Mayor de San Marcos, fundada em 1551, a mais antiga das Américas.

Para saber mais sobre os eventos desta quarta-feira, clique nos links abaixo:
Paolo Guerrero faz visita surpresa a Lula em Lima
No Peru, Lula recebe honoris causa da universidade mais antiga das Américas
Por trabalho pela democracia e igualdade, Lula recebe Medalha Cidade de Lima