Faça parte. Contribua. Aprenda.

Contribua e aprenda com grandes intelectuais.
Doe R$ 200 ou mais e ganhe um curso. — Professor do mês: Ricardo Lodi Ribeiro.

Instituto Lula

Menu

"O sindicato além de fazer greve e manifestação, agora também faz universidades", diz Lula na Argentina

17/05/2013 09:11

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou na quinta-feira (16) a Universidade Metropolitana para a Educação e o Trabalho (UMET), criada pelo sindicato de trabalhadores em prédios e condomínios da Argentina, em Buenos Aires.

Na chegada à universidade, Lula e o secretário-geral do sindicato, Víctor Santa María, pararam para cumprimentar alunos e professores da entidade. Victor falou da honra de receber o ex-presidente para a inauguração da entidade e Lula declarou sua felicidade em ver que "o sindicato, além de fazer greve, de fazer manifestações, agora faz universidades". Ele lembrou que, em 1975, foi diretor de uma escola que ajudava os trabalhadores a terminarem o então "secundário" e se prepararem para a universidade.

Se reuniu com professores e sindicalistas. Víctor ressaltou que  "quando falamos de educação, falamos de futuro" e falou da importância do contexto político e da presidenta Cristina Kirchner para que a fundação de uma universidade de trabalhadores fosse possível.

Lula lembrou que a Argentina foi o primeiro país que visitou depois de assumir a presidência. Ele também comentou que os países latino-americanos dez anos atrás eram muito diferentes: "Acho que nós fizemos em 10 anos o que não havia sido feito em cinco séculos".

Após a reunião, Lula participou de inauguração oficial da universidade com a presidenta.