Instituto Lula

Doe agora
Menu

Em Caruaru, Lula diz que os trabalhadores estão dispostos a lutar pela democracia

13/07/2016 12:22

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou nesta quarta-feira (13) a cidade de Caruaru, em Pernambuco, e participou da Caravana Popular em Defesa da Democracia. As caravanas saíram de Petrolina na segunda-feira e viajam pelo interior do estado denunciando o golpe contra a democracia e contra os direitos dos trabalhadores.

"Eles sabem que eles estão mentindo. Eu nunca imaginei que a Dilma seria vítima de uma mídia que não tem compromisso com a verdade. Possivelmente eles estejam incomodados porque tem empregada doméstica, filho de agricultor familiar, filho de pobre fazendo universidade. Isso incomoda muita gente da elite desse país. O que eles não sabem que que os trabalhadores brasileiros estão dispostos a prosseguir na consolidação da democracia nesse país e fazer com que os trabalhadores sejam eleitos vereadores, prefeitos, deputados,  governadores e presidentes neste país".

Lula disse que faltam apenas seis votos para reverter o impeachment no Senado. E lembrou que um senador pernambucano votou pela admissibilidade do impeachment. "O povo deste estado votou em um senador, que foi ministro da Dilma e está votando contra ela. Bastou o Temer dar um cargo ao filho dele para ele votar contra a Dilma. Por isso é importante fazer passeata, ir ao gabinete do senador, falar com o senador, mandar zap-zap... Mas é importante que eles saibam todo santo dia que não terão mais o voto do povo brasileiro para quem trai esse mesmo voto".

Também estavam presentes no ato o senador Humberto Costa, o prefeito de Caruaru José Queiroz, Marília Arraes, neta do ex-governador de Pernambuco Miguel Arraes e vereadora pelo Recife, Carlos Verás, da CUT, Jaime Amorim, do MST e Ranuzia Neta, da Frente Brasil Popular e Marcha Mundial das Mulheres.