Instituto Lula

Doe agora
Menu

Livro de Graziano traz legado brasileiro no combate à fome

01/08/2019 14:53

Qu Dongyu e José Graziano da Silva / ONU

José Graziano, ex-ministro de Lula e conselheiro do Instituto Lula, foi um dos protagonistas da implementação do Bolsa Família e dos programas interligados que tiraram o Brasil do Mapa da Fome, um objetivo que antes do governo Lula parecia inatingível no médio prazo. O sucesso do Brasil levou Graziano a ser eleito como diretor-geral da FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) por dois mandatos e a experiência brasileira virou modelo para diversos países do mundo. Em 2013, o Instituto Lula firmou uma parceria com a União Africana e com a FAO  para a troca de experiências com o objetivo de erradicar a fome no continente africano até 2025. Além do Bolsa Família, outros programas como o Programa Merenda Escolar e o Programa Aquisição de Alimentos  foram implementados não só na África, mas também em outros continentes.

Em seu último dia no comando da FAO, a entidade publicou o livro "Do Fome Zero ao Zero Hunger - uma perspectiva global" (disponível online apenas em inglês) que mostra, segundo Graziano, "como o mundo aprendeu com a experiência brasileira que a erradicação da fome é possível e só precisa de vontade política".

Saiba mais sobre as políticas de combate à fome e à miséria dos governos Lula (que vão muito além do Bolsa Família) no site Brasil da Mudança .

Tradução do tweet:
"Meu último dia na direção-geral da FAO coincide com o lançamento do livro "Do Fome Zero ao Zero Hunger - uma perspectiva global". O livro mostra como o mundo aprendeu com a experiência brasileira que a erradicação da fome é possível e só precisa de vontade política.

Eu agradeço e dedico este livro ao ex-presidente @LulaOficial, que inspirou essa visão #Zero Hunger e que contribui com um capítulo sobre "Erradicando a fome, uma vontade política", baseado em sua palestra na Conferência da FAO, em 2015. @inst_lula"